Um blog para todos os alunos do curso de Medicina... espero que vos seja útil.

.posts recentes

. TRABALHO SOBRE O CANCRO C...

. TRABALHO SOBRE A ASSOCIAÇ...

. LEVANTAR A TAÇA!!!

. OLIMPÍADAS DA MEDICINA

. ABORTO

. DISSECAÇÃO DO CORAÇÃO

. MEDICINA

. ANATOMIA

. Bibliografia e Recomendaç...

. Faculdade de Medicina de ...

.arquivos

. Novembro 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

Domingo, 4 de Novembro de 2007

TRABALHO SOBRE O CANCRO COLO-RECTAL

 

Trabalho sobre o cancro do cólon e recto em:

 

http://www.slideshare.net/VaniaCaldeira/o-cancro-do-clon-e-recto

publicado por Dreamfinder às 22:48
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

TRABALHO SOBRE A ASSOCIAÇÃO ACREDITAR

 

Trabalho em:

 

http://www.slideshare.net/VaniaCaldeira/luta-por-acreditar

publicado por Dreamfinder às 22:44
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Maio de 2007

LEVANTAR A TAÇA!!!

  

 

TAÇA DE PORTUGAL 2006/07

 

A Taça já é nossa... Vocês mereciam levantá-la em braços!

Mais uma vez cumpriu-se o lema "esforço, dedicação, devoção e glória" levaram-vos à vitória.

Sofremos e continuaremos a sofrer porque, no fim, vale sempre a pena!

Obrigada por nos fazerem sonhar, obrigada por concretizarem os nossos sonhos!

Para já a festa e para o ano, se tudo correr bem, o título!

Sporting sempre, venha quem vier!

 

tags: ,
publicado por Dreamfinder às 21:05
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 26 de Abril de 2007

OLIMPÍADAS DA MEDICINA

 

O evento mais aguardado do ano vai finalmente realizar-se: as Olimpíadas de Medicina da grande Faculdade de Medicina de Lisboa...

Esta sexta-feira, dia 27 de Abril, parte tudo para Portimão para umas pequenas e relaxantes férias antes dos exames...

Há que aproveitar!!!

Olimpíadas, aqui vamos nós!!!

publicado por Dreamfinder às 16:39
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Fevereiro de 2007

ABORTO

Não podia deixar de abordar esta incontornável temática neste blog com muito sobre Medicina.
Parece que o sim tem potencialidades para ganhar... sinceramente, espero que não passem de estatísticas por apurar.
Primeiro que tudo seria bom que os portugueses, no domingo, se decidissem efectivamente a sair de casa. O referendo, enquanto processo legal, é a nossa oportunidade de dizermos o que achamos do estado das coisas, é a nossa oportunidade de mandar um pouco, de mandar no nosso pedaço de mundo. Ao abstermo-nos vamos aumentar a falta de credibilidade do mesmo e pô-lo em causa. É importante que pensemos no acto de votar, como um direito e como um dever.
Depois... cada um terá a sua opinião. E eu tenho a minha. Tenho constatado entre amigos e colegas que votar sim está na moda. Hão-de haver aqueles que acham que é sinal de modernidade, há mesmo quem se atreva a afirmar que o sim é a ponte para que Portugal possa sair da Idade Média em que se instalou.
Além de não ser nada influenciada pelas opiniões alheias e muito menos pelas correntes ou pela moda, não concordo com nada do que tem sido dito... No Sim, não vejo a resolução do problema que todos tentam anunciar, mas a fuga ao mesmo problema. E aqui, apesar de demasiado vulgar, sem dúvida que a expressão tem aplicação: "se não os podes vencer, junta-te a eles." Logo, um dos grandes argumentos do Sim (e eu até compreendo que não é fácil fazer campanha pelo sim, os argumentos escasseiam quando se atenta contra uma vida), tem sido que o não propõe que as coisas permaneçam como estão e o sim a mudança. Ora, isto é, perante a incapacidade do estado português de controlar e impedir os abortos clandestinos, legalizam-se os mesmos, tornando tudo mais fácil, sobretudo para o próprio governo que, assim, já não pode ser acusado de incompetência. Porque não legalizar também as drogas? Já que o governo não controla o tráfico... (ou vão dizer-me que só na questão do aborto é que continuam a praticar-se ilegalidades?)
Por outro lado, o Sim também se tem refugiado numa imagem marcante (ou nem por isso): mãos femininas atrás das duras grades. Nos últimos 30 anos não houve uma única mulher presa por ter cometido um aborto ilegal. Ora, mais uma vez, esse argumento também não me comove. Temos de proteger aqueles que não têm voz ainda, os mais fracos, as únicas vítimas desta situação.
Mas o auge das opiniões pró-escolha, foi o comentário de Lídia Jorge quando se referiu ao ser humano até às 10 semanas, como "essa coisa humana". Como escritora, em primeira instância, não foi certamente feliz na escolha das palavras, desonrando as letras com a sua ignorância e insensibilidade. Diz que vota pela modernidade, defendendo-se com os argumentos mais medievais que já ouvi.... Enfim...
 Oito anos depois do primeiro referendo, há uma generalização crescente da facilidade com que as pessoas têm acesso à informação. O acesso a contraceptivos tem sido facilitado. A protecção deve ser a palavra de ordem... o aborto deve ser uma excepção e não banalizado ao ponto de se, "por opção da mulher" (e é isso que diz a pergunta) até às 10 semanas, pode ser considerado um cómodo contraceptivo.
Aterroriza-me a banalização do aborto... Aterroriza-me a opinião de médicos a favor da escolha, quando essa escolha compromete uma vida, quando essa escolha é resultado de uma mera "opção" egoísta da mulher. E eu sou mulher... Defendo que a mulher manda sempre no seu corpo, mas neste caso, não se trata apenas do seu corpo... mas de uma criança que vai ser gerada. E por mais que tentem fugir à questão, tentem evitar ficar sem resposta perante perguntas difíceis, não nos podemos esquecer que o milagre da vida começa no momento da concepção. Nesse momento há todo um padrão genético que é criado: a cor dos olhos, do cabelo, certos traços físicos e mesmo psicológicos, estão ali, naquela maravilhosa mistura genética" . Às 10 semanas o coração já bate... Como é que um médico tem coragem de dizer que é a favor da escolha e contra a vida? ...
E depois restam as questões éticas... Agora, apenas por opção da mulher, pode fazer-se actuar uma "selecção não natural" e podem passar a abortar-se crianças com pequenos problemas facilmente resolvidos depois do nascimento ou por vezes mesmo durante a gestação.
E ainda outra questão não esclarecida... relativa, na minha opinião, a um dos públicos alvo: as jovens grávidas, menores de idade? Quem decide. Segundo a coerência dos argumentos aquela referida "opção da mulher" deveria ser delas. O corpo é delas... Mas, no entanto, são menores de idade, é suposto necessitarem de autorização dos pais. Isto só prova que os problemas continuam a não ser resolvidos, apenas deixados e acumulados para trás. Muitas das vezes, as mulheres decidem fazer aborto, não por "opção sua" propriamente dita, mas coagidas por familiares ou pelo respectivo pai da criança. Estas jovens continuam a não ter opção... e a deixar que os outros decidam por si.
Mais não digo... Se o sim ganhar, e tenho-me estado a tentar (infrutiferamente) preparar para essa situação, tudo vai mudar. Para melhor? Certamente não! Desacreditem-se aqueles que afirmam que o número de abortos vai diminuir, porque não vai. Aumenta, obviamente (e é esse o objectivo do sim) o número de abortos legais, agora com uma condição única: "até às 10 semanas por opção da mulher". Eventuais mulheres que poderiam ser dissuadidas pelo facto de ser ilegal ou ser incomum, com a legalização e consequente banalização do mesmo, isto representa um incentivo que poderá influenciar a sua decisão. Além disso, o sim não é a solução dos problemas. Não vão deixar de existir abortos ilegais... Nem sempre as mulheres têm tempo para realizar o aborto até às 10 semanas...
O primeiro-ministro repugna-me... Nunca há fundos, nunca há meios, para nada, nem mesmo para a Saúde, uma das áreas que deveria ser prioritária do governo. Mas para comparticipar abortos haverá... enfim...
Seria bom que as pessoas se consciencializassem da importância de uma simples palavra de três letras no referendo de domingo... Um não pode representar mais uma pessoa que vamos conhecer um dias nas nossas vidas, o sim é certamente uma condenação à morte para muitas crianças...
Se no domingo vencer o sim, é a sociedade que perde. Perde identidade, perde modernidade, perde valores, perde ... só tem a perder. Se o sim vencer, olharei para este post com a eterna mágoa banhada pelo sentimento de impotência... Mas que mais posso fazer? Nada. Apenas a garantia do meu voto no não, um não ao aborto, um sim pela vida!!!
Vânia Caldeira
"Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças."
Fernando Pessoa
tags:
publicado por Dreamfinder às 18:26
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

DISSECAÇÃO DO CORAÇÃO

Depois de uma fantástica aula de Dissecação do Coração da Turma P5 de Anatomia da FML... A melhor turma da Faculdade... e, claro, o melhor cirurgião do Hospital Santa Maria e o melhor assistente das aulas práticas da FML: o Dr. Lucas Batista.

Hei-lo: o coração. "Meninos, vamos à lição, em quantas partes se divide o coração?" (António Gedeão)

Digam lá que não parecemos uma verdadeira equipa de cirurgiões ;)

Francisco, Fernando, Vânia (eu), Lia, Carolina, Cátia e Bruno (o nosso madeireinse).

As meninas lindas da Medicina: que belas sras. doutoras. Joana, Vânia (eu), Lia, Carolina e Cátia.

publicado por Dreamfinder às 19:26
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006

MEDICINA

MEDICINA
M is for Magical
E is for Exuberant
D is for Dashing
I is for Innocent
C is for Classy
I is for Irresistible
N is for Natural
A is for Ambitious
What Does Your Name Mean?
publicado por Dreamfinder às 11:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 12 de Novembro de 2006

ANATOMIA

Esta é, na minha humilde, opinião a primeira cadeira verdadeiramente médica que temos neste curso. Além da parte humana e ética que é alvo da cadeira de Introdução à Medicina... Na verdade, e até ao momento estas estão a ser as minhas matérias favoritas. E elas complementam-se: uma é o lado científico, rigoroso, sábio, perfeccionista que o médico tem de ter, a outra o lado humano, compreensivo, empático que nao pode ser esquecido.

Também há quem diga de Anatomia outras coisas menos bonitas... Que é o "cadeirão" do curso, que é horrível, que está concebida para chumbar os alunos. 

Quanto a mim, uma coisa é óbvia. Tenho constatado que na minha turma muitos dos alunos estão na mesma situação que eu: entraram só à segunda tentativa para Medicina. E como eles, muitos outros haverá na minha Faculdade e no país inteiro... Tanto estes como os que tiveram o mérito de entrar à primeira (e a sorte, que também é muito importante), não creio que duvidem da dificuldade de entrar neste curso.

E consequentemente da própria dificuldade do curso. Há cursos em que as pessoas lidam com Letras, com textos, com as línguas... (e eu sei bem o que isso é...), há outros que lidam com dados, com números, com operações matemáticas, com regras rígidas... Nós temos a ambição de lidar com corpos humanos e com pessoas. Temos de ter tanto de rigoroso na nossa sabedoria anatómica, como de humano. É caso para dizer que somos mesmo muito ambiciosos, e que a meta a que nos propomos não é propriamente fácil.

Logo, a Anatomia não é nenhum bicho de 7 cabeças... é sim, na minha opinião, uma cadeira de descoberta progressiva de um milagre fantástico que é o nosso corpo, é uma cadeira empolgante e entusiasmante, que é, simplesmente, aquilo que tem de ser... já que visa formar novos médicos.

Assim sendo, desejo a todos um excelente ano de Anatomia, deixem-se fascinar pelas descobertas fantásticas que irão fazer.

Vânia Caldeira

sinto-me: Anatomicamente fascinada
publicado por Dreamfinder às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito
Sábado, 11 de Novembro de 2006

Bibliografia e Recomendações

O que pretendo publicar neste blog são os meus apontamentos que, claro, fiz e vou fazer ao longo deste ano, com base em referências bibliográficas consultadas.

Para não ter de estar constantemente a indicar essas mesmas, optei por deixá-las logo inicialmente neste post.

Apontamentos de Anatomia:

- Rouviere - é a base de todos os apontamentos e, já agora, um óptimo livro de estudo

- Couinaud - servi-me dele na parte do Tronco, e está particularmente interessante no que toca os Pontos Fracos da Parede Abdominal

- Carlos Veríssimo - está baseado no Rouviere e pelo menos é em português - parte da Cabeça

- Esperança Pina - Órgãos

Recomendações:

O Rouviere (versão espanhola) é, sem dúvida, óptimo para estudar. Além dos outros que referi e nas partes que referi, podem ainda consultar outros apontamentos que haverão, eventualmente, nas vossas faculdades. Na FML, são conhecidos os "Apontamentos da Emília", dos quais não gosto particularmente, mas são sempre uma opção.

Não se esqueçam de ver muitas imagens:

- Netter

- Rohen (dá uma perspectiva diferente)

Apontamentos de Bioquímica:

Fiz os meus apontamentos com base na seguinte bibliografia:

- Apontamentos de Bioquímica da Faculdade de Medicina de LIsboa, por:

      -Prof. João Martins e Silva

     - Profª Carlota Saldanha (só de Enzimologia)

- Devlin, Thomas M.; Textbook of Biochemistry with Clinical Correlations; Wiley-Liss; 6.ª edição; 2006

- Leninger

- Halpern, Manuel Júdice; Bioquímica; Lidel; 1997

- Teixeira, Artur R. e Ricardo, Cândido Pinto; Mitocôndrio e Metabolismo Respiratório; Didáctica Editora; 1.ª edição; 1980

- Weil, Jacques Henry; Bioquímica Geral; Fundação Calouste Gulbenkian; 4.ª edição; 1983

Recomendo:

O Leninger para as Biomoléculas é fantástico e, claro, o Devlin é a bíblia, mas cuidado... É demasiado extenso e tem imensas coisas que não interessam. Vejam as imagens, que estão muito elucidativas e os casos clínicos.

O Halpern é uma óptima alternativa, muito resumido e explícito. Torna mais fácil a compreensão de certos processos. Particularmente interessante na parte dos Metabolismos. A Gulbenkian também tem editado um livro de Bioquímica Geral, bom para consultar e há outro da Didáctica Editora que tem bons esquemas.

Claro que também há apontamentos de antigos alunos da FML:

- os do Álvaro são os melhores (1ª parte da matéria)

- tal como os da Rita Luz (na 2ª parte da matéria)

- há uns de uma Catarina, que nunca vi

Por fim, podem ainda usar os apontamentos da Comissão de Curso da Faculdade de Medicina do Porto (FMUP), disponíveis em: http://ccfmup06.googlepages.com/

Bom estudo

publicado por Dreamfinder às 12:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 5 de Novembro de 2006

Faculdade de Medicina de Lisboa

AQUI VOU SER FELIZ!!!

sinto-me:
publicado por Dreamfinder às 19:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds